quarta-feira, 29 de junho de 2011

Palestras Gratuitas Nutrição

ph11_03- SUPLEMENTAÇÃO DE HIPERCALÓRICOS NO ESPORTE Prof. Esp. Claudio Chinaglia
( 10/08/2011 - 16h às 17h)

ph11_118- PROGRAMA IN FORMA
Prof. Ms. Mauro Guiselini -- Convidado: Prof. Ft. David Costa
( 21/07/2011 - 16h às 17h)

ph11_12- GESTÃO DE BEM ESTAR E SAÚDE EM EMPRESAS
Prof. Esp. Mário Biffi Pozzi
( 06/10/2011 - 16h às 17h)

ph11_131- PROGRAMA ESPORTE E ATIVIDADE FÍSICA
Prof. Ms. Marcos Serra - Convidado: Prof. Ms. Luciano Andrade Bernardes
( 27/07/2011 - 16h às 17h)

ph11_134- GESTÃO DE PESSOAS
Profa. Esp. Luiza Correia Hruschka
( 20/07/2011 - 16h às 17h)

ph11_137- TREINAMENTO FUNCIONAL PARA CORREDORES
Prof. Ms. Alexandre Machado
( 03/08/2011 - 16h às 17h)

ph11_142- OBESIDADE: UMA DOENÇA ANTIINFLAMATÓRIA?
Profa. Esp. Joely Pucci
( 25/08/2011 - 16h às 17h)

ph11_145- NUTRIÇÃO E SAÚDE NA TERCEIRA IDADE
Profa. Dra. Lísia Kiehl
( 15/08/2011 - 16h às 17h)

ph11_52- SISTEMA CARDIOVASCULAR E ENVELHECIMENTO: CUIDADOS COM O IDOSO NO EXERCÍCIO
Prof. Ms. Márcio Souza
( 25/07/2011 - 16h às 17h)

ph11_64- ACUPUNTURA PARA TRATAMENTO DE OBESIDADE
Profa. Esp. Suzete Coló Rosetto
( 05/08/2011 - 16h às 17h)

ph11_77- NUTRIÇÃO E SUPLEMENTAÇÃO ESPORTIVA PARA OBTENÇÃO DE HIPERTROFIA
Prof. Esp. César Carli
( 29/07/2011 - 16h às17h)

ph11_78- MONTAGEM DE PROGRAMAS DE TREINAMENTO PARA HIPERTROFIA).
Prof. Esp. César Carli
( 30/08/2011 - 16h às 17h)

Para fazer sua inscrição, clique aqui.

E você, o que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page. 

terça-feira, 28 de junho de 2011

Qual é a sua comfort food?

O ato de comer não se limita e nunca se limitará apenas à busca pela satisfação das necessidades físicas da fome. Comemos não somente para suprir nossas necessidades fisiológicas, mas também para satisfazer o nosso apetite e lidar com as nossas emoções.

Em todas as culturas é possivel observar o papel de destaque dado aos alimentos. O ser humano, desde suas experiências iniciais com o alimento - no momento da amamentação - recebe, além da nutrição, o calor, o afeto, a voz confortante e todo o carinho proporcionado pelo contato materno. Ao longo de nossa existência, nossas relações com o alimento permanecem envolvidas por sentimentos, como, por exemplo, o cuidado que a mãe dedica ao preparar um saboroso lanche para seu filho.

A presença de fatores externos e internos interfere na nossa alimentação. Como exemplo de fatores externos cita-se o cheiro vindo do interior da padaria, o aspecto do bolo que a colega da escola levou para dividir e tantos outros. Já com relação aos fatores internos, tem-se como exemplo o caldo quente que nos alimenta quando se está doente, o chocolate quando se está triste ou desanimado, o biscoito que a mãe dá para consolar aquele machucado da infância. Esse efeito reconfortante da comida se manifesta em quase todas as fases da vida ou culturas.

Tendo em vista os aspectos citados anteriormente, o termo comfort food surgiu para descrever a ideia de comida emocional, a qual o consumo desperta sensações agradáveis que evocam o prazer, tranquilidade e bem estar ligados às lembranças da infância ou de uma história vivida. O termo tem sido utilizado dede a década de 70 e encontra-se citado em diversos estudos, podendo ainda ser descrito como aquela comida preparada pela mãe, avó ou bisavó, que pela correria do dia a dia não temos mais o prazer de saborear.

Se você deseja saber se determinado prato se encaixa nesta definição, basta lembrar se ele lhe oferece algum bem psicológico, ou te faz retomar alguma lembraça vivida.

Para ler a matéria completa, clique aqui.

E você, o que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page

Últimas notícias

Café é o alimento mais consumido pelos brasileiros

Segundo o site Terra, um levantamento realizado pelo IBGE indica que o café lidera o topo da lista entre os alimentos mais consumidos pelo brasileiro.

Os hábitos alimentares dos brasileiros acabam de ser mapeados pelo IBGE, através do estudo "Análise do Consumo Alimentar Pessoal no Brasil", que mostrou que o café é o alimento mais consumido entre os brasileiros (215,1g), seguido do feijão (182,9g), arroz (160,3g), sucos (145,0g), refrigerantes (94,7g) e carne bovina (63,2g).

Rotina alimentar pode levar a perda de peso

Pesquisadores descobriram que quando eram oferecidos às pessoas os mesmos alimentos várias e várias vezes, elas tendiam a comer menos.

O estudo sugeriu também que o nível sem precedentes de variedade na dieta americana pode ser um dos principais contribuintes para a epidemia de obesidade, e confirma que a redução de escolhas pode ser uma estratégia útil para perda de peso.

Mais de 90% da população tem alimentação pouco saudável

Pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística com as famílias brasileiras mostra que o consumo alimentar da população brasileira combina a tradicional dieta à base de arroz e feijão com alimentos com poucos nutrientes e muitas calorias.

Vitamina energética de banana




vitamina de banana


Tempo: Rápido: até 30 minutos
Ingredientes

- 1 unidade média  de banana (100 g)
- 2 colheres (sopa) de farinha de aveia (36 g)
- 1 colher (sopa) de gérmen de trigo (10 g)
- 1 colher (sopa) de farinha de linhaça (10 g)
- 1 colher (sopa) de adoçante (10 g)
- 1 copo de leite frio (200 mL)

Utensílios e equipamentos: Geladeira/Freezer, Liquidificador.

Modo de preparo

1. Cortar a banana em pedaços e colocar no liquidificador junto com os outros ingredientes.
2. Bater por 1 minuto e depois servir.
3. Servir gelado.

Rendimento: 1 copo de 386 ml.

Classificações no cardápio: bebida.

Substitutos na dieta: Leite, Bebida.

Fonte: Portal Nutrição em Foco

E você, o que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page.


Você poderá incrementar seu cardápio conferindo outras receitas:

Como dar mais sabor ao leite desnatado?

leite desnatado

Para dar mais sabor ao leite desnatado esquente-o no microondas (1 minuto) ou no fogão (até começar a ferver) com um pedaço de canela. Fica saboroso e leve.

Fonte: Portal Nutrição em Foco

E você, o que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page. 

Como fazer um bom churrasco?

churrasco saboroso

Os três segredos para se obter um bom churrasco são: carne de boa qualidade, a quantidade do sal e o ponto de assado.

Ao comprar a carne, o consumidor deve se atentar para a maciez e a cor (quanto mais vermelho brilhante melhor, indica ser mais nova a carne). O descongelamento das carnes deve ser na geladeira de um de dia para o outro. Antes de assar, retire da geladeira e deixe sempre coberta. Não recomenda-se deixer a carne na salmoura, a água eleva a acidez da carne e o sal fino enrijece os músculos. O ideal é temperá-la com sal grosso, podendo acrescentar algumas ervas (à gosto).
O ponto de assar, depente da clientela podendo ser mal passado, passado e bem passado.

Fonte: Portal Nutrição em Foco

Treinamento Funcional

Você sabe o que é treinamento funcional?

De acordo com o professor de educação física Luciano Delia, o treinamento funcional é um programa de condicionamento físico que tem como objetivo básico preparar o indivíduo para desempenhar melhor suas atividades diárias e esportivas.

O treinamento funcional visa melhorar o desempenho do indivíduo na atividade na qual ele está inserido, ou seja, o corredor tem um treinamento diferenciado do lutar e assim por diante.


E você, o que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page. 

sábado, 25 de junho de 2011

10 alimentos que ajudam na construção de músculos

nutrição e malhaçãoEstá na hora de começar a definir os músculos para o verão, portanto, se matricule em uma academia o mais rápido possível e cuide bem de sua alimentação. Associar a prática de atividade física com uma boa alimentação possibilita que os resultados esperados apareçam mais rápido.

Quem busca músculos volumosos e bem definidos precisa dar atenção especial a uma dieta que forneça proteína e outros nutrientes importantes. Diante disso, saiba quais alimentos incluir nas suas refeições.

1. Carne

É uma das principais fontes da vitamina B12. Essa vitamina é fundamental para o correto funcionamento das células nervosas e musculares. Além disso, a carne vermelha fornece boa parte dos aminoácidos essenciais para o organismo, e ainda, minerais como o ferro e zinco. Na hora de escolher a carne, é importante dar preferência aos cortes magros, como maminha, lagarto e filé mignon. Um bife médio de carne magra fornece de 150 a 200 calorias.

2. Agrião

Por ser uma hortaliça rica em ferro e zinco auxilia no combate a fadiga muscular ocasionada pela pratica de atividades físicas muito intensas, é o que diz um estudo realizado pela Universidade Cornell, nos Estados Unidos.

3. Água
hidratação
Os músculos são constituídos em boa parte por água, assim, manter uma boa ingestão hídrica favorece a hidratação do organismo e ajuda a manter a musculatura mais volumosa e definida.

4. Brócolis

Estudos realizados na Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, indicam que uma boa ingestão deste vegetal em pelo menos uma das refeições diárias pode auxiliar no combate as dores musculares.

5. Ovo

É um alimento com proteína de alto valor biológico, sendo capaz de fornecer ao organismo aminoácidos essenciais, que participarão da constituição do tecido muscular e auxiliarão no combate a microlesões musculares.
6. Azeite de oliva

Por ser rico em gordura monoinsaturada e polifenois, auxilia no combate a oxidação celular, que pode ocasionar danos ao tecido muscular. Ele também auxilia na diminuição dos níveis de LDL – colesterol “colesterol ruim” e atua na prevenção de AVC e infartos.
Quantidade recomendada: uma colher de sopa por dia, de preferência que seja acrescido em saladas.

7. Abacaxi

O abacaxi é uma fruta rica em potássio, magnésio e cálcio, minerais que estão envolvidos no processo de contração muscular. Além disso, a água representa a maior parte de sua constituição o que torna essa fruta uma opção leve e refrescante para ser consumida momentos antes do treino.

8. Soja
alimentos a base de soja
Estudos desenvolvidos na Universidade de Evansville, nos Estados Unidos, provaram que o consumo de soja pode favorecer a síntese e a reparação das proteínas perdidas durante a pratica de atividade física. Inserir a soja na alimentação diária contribui para não somente para a formação, mas também para a manutenção da proteína corporal.

9. Cereja
cereja em calda
Estudos publicados pela Universidade de Northumbria, no Reino Unido, indicam que o consumo dessa fruta pelo menos duas vezes na semana auxilia na redução das dores musculares.

10. Espinafre

Parece que o Popeye tinha razão, consumir espinafre favorece a captação de oxigênio pelo tecido muscular, favorecendo a produção de energia pelas mitocôndrias.


E você, o que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Como aumentar os níveis de HDL?

alimentos saudáveis
O HDL, também conhecido como "bom colesterol" é responsável por carrear o colesterol dos tecidos do corpo para o fígado. Estudos demonstraram que os níveis elevados de HDL pode auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares.

Para aumentar seus níveis no corpo é necessário seguir as recomendações abaixo:

  • aumentar o consumo de alimentos ricos em fitoesteróis (são esteróis de origem vegetal encontrados na soja, nozes e sementes de girassol, eles interferem na absorção do colesterol a partir do intestino);
  • não fumar;
  • praticar atividade física regularmente;
  • ingerir bebidas alcóolicas com moderação (não mais do que uma dose no caso das mulheres e duas doses dos homens).
E você, sabe como está seus níveis de HDL?

O que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page. 

5 ao dia

O programa "5 a day", que recomenda o consumo diário de 5 porções de frutas, verduras e legumes todos os dias, foi criado na década de 1990, nos Estados Unidos, pelo Departamento de Serviços em Saúde da Califórnia em parceria com National Cancer Institute. Hoje é adotado em mais de 40 países e no Brasil foi batizado como "5 ao dia". Pesquisas mostram que, em média, o brasileiro consome apenas 130 gramas de vegetais, enquanto o programa recomenda 5 porções de frutas e verduras, o equivalente a 400 gramas diárias destes alimentos.
Ta achando difícil incluir 5 porções de frutas e verduras na sua alimentação?

Veja como incluir as porções no cardápio diário:

Café da manhã:
Aqui dá para incluir um mamão papaia pequeno.

Lanche da manhã:
Que tal um copo de suco de frutas?

Almoço:
Nessa refeição da para consumir um prato de salada de alface e agrião.

Lanche da tarde:
Esse pode ser o momento perfeito para 1 banana.

Jantar:
Para finalizar o dia, vale incluir 4 colheres de cenoura refogada.

Lembre-se, para o cálculo das 5 porções diárias é importante desconsiderar alimentos como a batata, inhame e mandioca, já que estes fornecem amido, sendo considerados fontes de carboidratos. Outro fator essencial é a forma de preparo das hortaliças, que deve ser sem muita gordura ou sal. É importante ainda, que os vegetais enlatados, congelados ou aqueles que entram em alimentos industrializados não sejam incluídos nessa soma, uma vez que, podem fornecer muito sódio e gordura. No que se refere às frutas, é sempre mais indicado optar pelas frescas.

E você, o que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page. 

domingo, 12 de junho de 2011

10 nutrientes para o cérebro

Ácido lipólico - vitamina com efeito protetor no sistema nervoso central e periférico. Vem sendo usado em neuropatias com dor e nas alterações da condução nervosa. Há poucas fontes conhecida desta vitamina, uma delas é o espinafre.
folhas de agrião
Arginina - forma o óxido nítrico, que age como vasodilatador e por isso ajuda na formação da memória. O óxido nítrico, além desta ação, atua como protetor do endotélio vascular, impedindo tromboses. É ainda antiangiogênico, bloqueando a metastatização de tumores. Além disso, favorece o crescimento do cabelo.

Biotina - juntamente com o cromo e vanádio, aumenta os receptores de insulina estimulando o metabolismo glicídico. Gema de ovo, farinha de soja e cereais integrais são as maiores fontes dessa vitamina.

Colina - essa vitamina é essencial para a formação da acetilcolina. É encontrada no ovo, nos feijões, no grão de bico, na lentilha, na soja e derivados e nas leguminosas em geral.

Cromo e Vanádio - minerais fundamentais para promover a metabolização da glicose. Por isso o funcionamento cerebral é prejudicado quando há falta deles. O cromo está presente nos peixes e frutos do mar, no levedo de cerveja e também em frutas. O vanádio encontra-se na azeitona, pimenta-do-reino, frutos do mar e alimentos integrais. Os alimentos refinados além de não possuírem esses importantes elementos, ainda demandam sua presença para serem metabolizados.

Lecitina - é um fosfolipídeo, ou seja, uma molécula de gordura associada ao fósforo, encontrada na soja e no ovo. É utilizada para melhorar o metabolismo cerebral em geral.

morangoProantocianidina - é um flavonóide com potente ação antioxidante. Auxilia na prevenção de alterações dos vasos sanguíneos cerebrais que podem complicar o mal de Parkinson. Está presente na uva, morango, framboesa, cereja e amora.

Selênio - suas maiores fontes são a castanha-do-pará e os peixes. Previne principalmente a oxidação das gorduras, o que no caso do cérebro é fundamental.

Taurina - as carnes bovinas em geral são ricas em taurina, assim como o peixe. A taurina age no cérebro, mas também auxilia no combate a hipertensão arterial, visto que combate os efeitos do estresse. Pode ser formada a partir de dois aminoácidos (cisteína e metionina) mais a vitamina B6. Isto é relevante especialmente para os vegetarianos, que ingerem pouca taurina.

E você, o que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Anvisa proíbe utilização do nome ração humana em compostos alimentares

raçao humana-mix de fibrasDe acordo com o site O Globo, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nesta terça-feira nota sobre a proibição para que as chamadas rações humanas utilizem essa denominação em seus rótulos, pois considera que a expressão pode gerar dúvidas no consumidor por não indicar a verdadeira natureza e característica desses alimentos. A Anvisa alerta no mesmo informe sobre os riscos de substituir as refeições pelas rações, já que elas não fornecem todos os nutrientes necessários para uma alimentação adequada.

"A substituição de refeições sem a orientação de profissionais de saúde pode gerar danos, como a anemia, devido à carência de nutrientes", diz a diretora da agência, Maria Cecília Brito, no comunicado.
Além disso, estão proibidas nos rótulos informações sobre propriedades medicamentosas, terapêuticas e relativas a emagrecimento. Isso porque não se pode utilizar nas fórmulas desses produtos substâncias farmacológicas e fitoterápicas, como ginseng, ginkgo biloba e sene.

As chamadas rações humanas viraram febre na busca pelo emagrecimento, sendo utilizadas para substituir refeições, como o café da manhã, a mais importante do dia. Esses compostos são geralmente feitos de misturas de diferentes cereais, farinhas, farelos, fibras e outros ingredientes, como guaraná em pó, gelatina em pó, cacau em pó, levedo de cerveja, extrato de soja, linhaça e gergelim.

"O consumo de produtos com alto teor de fibras, como misturas de cereais, farinhas e farelos, deve estar inserido no contexto de uma alimentação diversificada e saudável", orienta a diretora da Anvisa.
As empresas que não cumprirem as exigências estão sujeitas a pagar multas de até R$ 1,5 milhão.

E você, o que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page.

sábado, 4 de junho de 2011

Receitas para o dia dos namorados

O dia dos namorados está chegando. Conheça algumas receitas para impressionar nesta data.












E você, o que achou desta postagem? Deixe um comentário com possíveis sugestões para o blog. Acompanhe as novidades assinando o feed. Seja um seguidor do blog e curta nossa Fan Page. 

Você poderá incrementar seu cardápio conferindo outras receitas:

Wrap saboroso
Bolo de frutas light
Chester com arroz integral
Pastel de forno
Suco de uva e romã

O que é a Lichia?

lichiaÉ uma fruta pequena e redonda, de coloração róseo - amarronzada, polpa branca, gelatinosa, ligeiramente viscosa. Pode se consumida como fruto ao natural, em saladas doces e salgadas, compotas, secas, cristalizadas, em pasta, com creme de frutas.

Cada 100 g de polpa, fornece 65 kcal e 50 mg de vitamina C, suprindo cerca de 60% das necessidades diárias de vitamina C de um adulto. Essa vitamina fortalece o sistema imunológico, além de ser um potente antioxidante.

Portadores de Doença Renal Crônica devem ter cuidado, uma vez que, a fruta é rica em potássio (170 mg por 100 g de polpa), deve ser consumida com moderação por quem tem disfunções renais. A alta concentração desse elemento no sangue pode alterar o ritmo cardíaco.

Na culinária chinesa é encontrada em conserva e como acompanhamento de carnes picantes.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fique sempre atualizado!
Receba artigos por email!
Widget by MundoBlogger Instale este widget